Transferindo o blog

Queridos amigos, gente que lê este blog,

 

Gostaria de avisar que desta data em diante passarei a escrever somente no outro blog: http://leiaorotulo.blogspot.com

Isto evita mensagens repetidas, economiza energia, enfim, facilita a vida.

Obrigada a vocês que tiveram paciência para ler o que escrevi. Se ainda tiverem curiosidade e vontade, dêem uma passadinha por lá.

Vocês serão tão bem-vindos quanto eram aqui.

Abraços blogueiros!

 

Sandra G.

O Ftalato do dia
Gente, trago este artigo (que pode ser descarregado gratuitamente da central do PUBMED), que traz um bom resumo das implicações dos ftalatos nos diferentes receptores ativados de proliferação de Peroxissomas (PPARs) nos orgãos e tecidos, em especial do ponto de vista reprodutivo na espécie humana.

Latini G, Scoditti E, Verrotti A, De Felice C, Massaro M. Peroxisome proliferator-activated receptors as mediators of phthalate-induced effects in the male and female reproductive tract: epidemiological and experimental evidence.PPAR Res. 2008;2008:359267

o link para o artigo gratuito é: http://www.pubmedcentral.nih.gov/articlerender.fcgi?tool=pubmed&pubmedid=18288285
Obrigada à revista "Meu Nenê"

e a toda a sua redação, em especial à Adriana Cruz, pelo respeito e pelo carinho que demonstraram para comigo na reportagem “Mudanças de rumo” (ano 11, n.118, pág:60-63) que contou sobre como a Millebolleblu começou. Senti todo o cuidado e o profissionalismo no modo como fomos retratados e estou muito grata. Mais ainda pela alegria no rosto de minha filha ao abrir a revista e ver-se na foto. Obrigada! Sou fã de vocês aí na redação e pelo visto ela também!
E também na mesma edição, obrigada à Angela Miguel na pág. 30, na “superlimpinho”.
Valeu mesmo!

Gente, achei muito interessante este site que assinalo para vocês. Lá existe um bem escrito guia para bloqueadores solares sem nanopartículas por Ian Illuminato. Vale a pena dar uma lidinha com carinho, pois resume um conceito importante que é o uso de nanomoléculas em produtos de consumo como bloqueadores solares. Quem segue esta coluna sabe que já me expressei anteriormente em relação a questão do risco que estas partículas representam tanto para o ambiente como para seres humanos.
O link para o site vai ficar entre os "1000 lugares para ver" no blog clone deste aqui (http://leiaorotulo.blogspot.com) e o link para o guia é: http://www.foe.org/nano_sunscreens_guide/Nano_Sunscreens.pdf
Boa leitura a todos!

Bisfenol e esquizofrenia
O artigo de revisão do grupo da Psiquiatria da Universidade de Richmond traz a "teoria da esquizofrenia relacionada a interferentes hormonais". O artigo está só disponível on-line por enquanto e o abstract está abaixo:


Brown JS Jr.
Effects of Bisphenol-A and Other Endocrine Disruptors Compared With Abnormalities of Schizophrenia: An Endocrine-Disruption Theory of Schizophrenia.
Schizophr Bull. 2008 Jan 31 (e-pub.)

In recent years, numerous substances have been identified as so-called "endocrine disruptors" because exposure to them results in disruption of normal endocrine function with possible adverse health outcomes. The pathologic and behavioral abnormalities attributed to exposure to endocrine disruptors like bisphenol-A (BPA) have been studied in animals. Mental conditions ranging from cognitive impairment to autism have been linked to BPA exposure by more than one investigation. Concurrent with these developments in BPA research, schizophrenia research has continued to find evidence of possible endocrine or neuroendocrine involvement in the disease. Sufficient information now exists for a comparison of the neurotoxicological and behavioral pathology associated with exposure to BPA and other endocrine disruptors to the abnormalities observed in schizophrenia. This review summarizes these findings and proposes a theory of endocrine disruption, like that observed from BPA exposure, as a pathway of schizophrenia pathogenesis. The review shows similarities exist between the effects of exposure to BPA and other related chemicals with schizophrenia. These similarities can be observed in 11 broad categories of abnormality: physical development, brain anatomy, cellular anatomy, hormone function, neurotransmitters and receptors, proteins and factors, processes and substances, immunology, sexual development, social behaviors or physiological responses, and other behaviors. Some of these similarities are sexually dimorphic and support theories that sexual dimorphisms may be important to schizophrenia pathogenesis. Research recommendations for further elaboration of the theory are proposed.

O Bisfenol A encontra-se em objetos plásticos policarbonados, nas tintas epoxi, em polímeros como poliesteres, polisulfonas, e nas polietercetonas, no PVC e como antioxidante em cosméticos e alimentos.
Vejam o filme, leiam o artigo
 
No blog clone deste aqui ( http://leiaorotulo.blogspot.com) se pode ver um video muito válido sobre os efeitos do Atrazine (um herbicida de grande utilização na agricultura) em sapos, lesmas e em humanos.
É em inglês, duração de 58 minutos, título: "From Silent Spring to Silent Night".
Aproveitando o filme, trago o mais recente artigo sobre o tema.
 
Atrazine-induced aromatase expression is SF-1 dependent: implications for endocrine disruption in wildlife and reproductive cancers in humans.
Environ Health Perspect. 2007 May;115(5):720-7.

Department of Medicine and Bioregulatory Science, Graduate School of Medical Science, Kyushu University, Fukuoka, Japan.

BACKGROUND: Atrazine is a potent endocrine disruptor that increases aromatase expression in some human cancer cell lines. The mechanism involves the inhibition of phosphodiesterase and subsequent elevation of cAMP. METHODS: We compared steroidogenic factor 1 (SF-1) expression in atrazine responsive and non-responsive cell lines and transfected SF-1 into nonresponsive cell lines to assess SF-1's role in atrazine-induced aromatase. We used a luciferase reporter driven by the SF-1-dependent aromatase promoter (ArPII) to examine activation of this promoter by atrazine and the related simazine. We mutated the SF-1 binding site to confirm the role of SF-1. We also examined effects of 55 other chemicals. Finally, we examined the ability of atrazine and simazine to bind to SF-1 and enhance SF-1 binding to ArPII. RESULTS: Atrazine-responsive adrenal carcinoma cells (H295R) expressed 54 times more SF-1 than nonresponsive ovarian granulosa KGN cells. Exogenous SF-1 conveyed atrazine-responsiveness to otherwise nonresponsive KGN and NIH/3T3 cells. Atrazine induced binding of SF-1 to chromatin and mutation of the SF-1 binding site in ArPII eliminated SF-1 binding and atrazine-responsiveness in H295R cells. Out of 55 chemicals examined, only atrazine, simazine, and benzopyrene induced luciferase via ArPII. Atrazine bound directly to SF-1, showing that atrazine is a ligand for this "orphan" receptor. CONCLUSION: The current findings are consistent with atrazine's endocrine-disrupting effects in fish, amphibians, and reptiles; the induction of mammary and prostate cancer in laboratory rodents; and correlations between atrazine and similar reproductive cancers in humans. This study highlights the importance of atrazine as a risk factor in endocrine disruption in wildlife and reproductive cancers in laboratory rodents and humans.

 

A verdade sobre shampoos "sem sal"
Tenho visto por aí muita gente pedindo por shampoos "sem sal". Queria dizer uma coisinha aqui: gente, shampoo sem sal NÃO EXISTE!
Ficou chocado? Pois, é. Essa coisa aí de sem sal, é só marketing puro.
Vou explicar: para limpar, o shampoo (ou xampú) precisa de um componente chamado surfactante ou tensoativo. Esta é uma molécula que por suas características químicas tem a propriedade de se ligar à sujeira e também à água, tornando assim possível que a água carregue a sujeira com ela quando você enxagua. Acontece que estas coisas são sais. Assim sendo, TODOS os shampoos ou sabonetes líquidos têm sal.
O que talvez aconteça é que ele não venha descrito na fórmula do produto com o nome de NaCl, ou Cloreto de Sódio, ou sal de cozinha, escrito no rótulo, e assim alguns fabricantes se sintam no direito de usar o famoso "sem sal", mas convenhamos, é melhor um shampoo com sal que com hipocrisia (como diz sempre uma cara amiga).

Bom final de semana!
Not just a pretty face

Trago um blog interessante para vocês darem uma olhadinha:

http://www.notjustaprettyface.org/

Ciao!

Três perguntinhas fáceis antes de comprar

Muita gente vem demonstrando um interesse maior quanto ao consumo inteligente, voltado a sustentabilidade. Mas nem sempre é fácil determinar o que é realmente uma compra inteligente. A maioria das vezes compramos por impulso, sem pensar.
Por isso o ideal é, antes de comprarmos um ítem qualquer, respondermos às seguintes perguntinhas:

1) Isto vai tornar meu dia-a-dia melhor?
2) Isto pode influenciar minha vida ( inclusive minha saúde*) de forma positiva?
3) Isto é realmente necessário?

Se a resposta for sim para todas elas, esta é uma compra que vale. Se não para pelo menos uma, vale uma segunda repensada. Se for não para todas, desista, não vale a pena.

* Saúde é bem-estar físico, psíquico e social segundo a OMS.
 

 

UVB no site do INPE
Quando se fala em radiação solar, raios UV, muitas pessoas ainda acham que isto não tem nada a ver com elas, pois é tão abstrato que se torna difícil traduzir em atitudes concretas. A coisa que todas elas sabem é que o preço do protetor solar é alto e o quanto são incômodas as queimaduras, depois que elas já aconteceram. Algumas já tem o conceito do famigerado câncer de pele, mas como tudo só acontece na casa do vizinho, então a maioria deixa de se proteger adequadamente.
Vou deixar bem claro que quantidades moderadas de sol fazem bem à saúde. São importantes para o humor e para a síntese de vitamina D. Mas fritar ao sol não é uma coisa sábia, nem desejável. Raios UVA te envelhecem (você fica uma UVA PASSA) e raios UVB e UVC te dão câncer.
Importante é saber que bloqueadores solares têm efeitos colaterais, mas que a relação entre o risco e o benefício ainda fala em favor de seu uso, em especial em lugares onde a incidência de radiação ou a exposição individual são altas.
Bem, o que motiva este post é o fato que agora o INPE, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (http://www.inpe.br/), disponibilizou para consulta a incidência de Radiação Solar em seu site além de uma tabela indicativa da quantidade de tempo de exposição de acordo com o tipo de pele:

http://www.dge.inpe.br/ozonio/calendaruvb.htm

É utilíssimo. Além disso se você quiser consultar em tempo real a incidência de radiação ou a quantidade de ozônio você pode ir ao seguinte endereço:

http://www.dge.inpe.br/ozonio/index.htm

Lembre-se: crianças menores de 6 meses não devem usar bloqueadores solares! Assim sendo, jamais expor seus filhos ao sol sem proteção adequada ou em horário crítico.
Superfícies como areia e cimento são muito refletoras, não basta só estar na sombra.
Respeite sempre a tabela de exposição.
Boas férias, evitando a radiação direta entre as 10:00 e as 16:00h.
Um 2008 para vocês

Vem aí mais um ano.
Tomara que seja inteiro.
Tomara que seja tranquilo (tranquilidade é desejo de gente de certa idade, e idade eu já tenho suficiente para querê-la).
Tomara que seja bom.
Tomara que traga mais alegrias e menos tragédias, que o balanço final seja válido.
Tomara que você e eu não tenhamos remorsos.
Tomara que não nos arrependamos do que fazemos, ou do que faremos.
Tomara que possamos dar risada da vida e não o contrário.
Tomara que seja "cool", ou pelo menos mais fresco do que este.
Tomara que chova o suficiente e que o sol enxugue nossas roupas no varal.
Tomara que a gente sonhe melhorar o mundo, mas tomara mesmo que a gente consiga.
Tomara que sejamos mais prudentes, que cheguemos nos nossos limites.
Tomara que tenhamos o que nos basta. Um trabalho, um projeto, uma coisa para realizar.
Tomara tenhamos um mundo inteiro.
Tomara possamos brincar com nossas crianças, e assim resgatar em nós um pouco do encanto perdido, daquela alegria fácil não tão fácil de achar.
Tomara que você aprenda a voar, é bom, eu garanto, e se não der, empine um papagaio e se imagine lá no alto.
Tomara que a gente suje menos, engorde menos, se irrite menos. Tomara que a gente sorria mais, viva mais, crie mais.
Tomara que SIM! Tomara em 2008!

Um feliz 2008 para todos, para você, para mim.
Lembrem-se, gente feliz vive melhor.

2133 dias!
Ingrid Bettencourt era senadora na Colombia e candidata à presidência quando foi sequestrada em 23 de fevereiro de 2002 pelas FARC. Ainda hoje está em poder de seus sequestradores.
Tudo porque não fazia concessões à corrupção e à delinquência, tudo porque representava uma nova postura cidadã de correção e dignidade.
Estranhamente se fala pouco de Ingrid no Brasil. Apesar da proximidade e de tantos ideais e problemas condivididos. Ela é muito conhecida na Europa, mas aqui, seus vizinhos a esqueceram. Talvez seja comodo fazer de conta que ela e os valores que representa não existam mais. Ficaram na selva, sequestrados.
Hoje se libertam alguns prisioneiros e se festeja a "boa vontade" dos guerrilheiros. Gostaria de ver mais boa vontade, mais sequestrados, todos, de volta a suas casas e famílias, gostaria de ver livre Ingrid Bettencourt. São mais de 3000 pessoas.
Isto porque em um continente tão complexo como a America do Sul, onde povos e histórias ainda se confrontam, seria bom ouvir que valores verdadeiros como cidadania, liberdade e direitos, valem mais do que droga, tráfico, corrupção e interesses escusos. E que a voz de uma mulher justa, calada na selva colombiana, ainda ecoa, mesmo amordaçada.

( PS: para quem se interessar: "Coração Enfurecido" é o título do livro escrito por ela, publicado em 2001)
Feliz tudo!
Hoje, véspera do Natal, resolvi deixar aqui uma mensagem para aqueles que durante este ano tiveram a paciência de ter lido alguma coisa deste blog.
Para desejar um Feliz Natal, fiz uma listinha que segue abaixo:
Primeiro, muito obrigada. Ter tido o privilégio do seu tempo é um presente imenso. Digo tempo, porque é o verdadeiro patrimônio de cada um de nós. Nosso tempo. Mesmo que seja uma ilusão, uma noção errônea devida ao nosso cérebro animal, é assim que percebemos nossa vida, como algo que passa e acaba. Portanto, ter tido um pouco de seu tempo foi uma honra.
Em segundo, desejo que cada um de vocês possa ter ainda mais tempo, para sonhar, para criar, para aquilo e para quem acreditam ser importantes. Que vocês todos possam ter futuro.
Esta é uma palavra que eu gosto muito: futuro. Porque ele começa já, bem agorinha. Apesar de ser um tempo irreal, é algo que pode ser construído a partir de algo real, do presente.
Neste ano trabalhei muito com possibilidades, com riscos. Risco é uma coisa com um pé no presente e outra no futuro. É uma probabilidade de perigo. Muitos são evitáveis, a maioria, mas depende de ações concretas, de atitude.
E atitude é meu terceiro ítem da lista. Que nós possamos todos desenvolver uma certa atitude diante da vida, dos acontecimentos, e que possamos fazer escolhas e determinar o que vale e o que não vale a pena. Que nós tenhamos coragem para fazer as mudanças necessárias para garantir um futuro vivível. Que tenhamos a força para suportar as pressões, superar a inércia e vencer os medos. Que possamos aprender que ter responsabilidade é mais do que só sentir culpa, é ter a chance de FAZER.
Não sou uma grande crente, os anos me tornaram muito mais cética e até um pouco amarga. Mas quando olho nos olhos de minha filha, quando vejo seus amiguinhos, nasce uma certa esperança, uma vontade de acreditar no lado melhor do bicho homem.
E este é o quarto ítem, desejo que as pessoas possam ser melhores, e que estes seres melhores façam diferença, que sejam virulentos na sua bondade e contagiem toda a espécie irremediavelmente.
Feliz Natal, para quem acredita e para quem não. Que seja o nascimento de uma consciência de Universo, pois cada um de nós é parte de um todo e o todo depende de cada um.
Glutamato Monossódico e Obesidade

 Trago hoje um artigo já antiguinho, de 2003, mas bastante interessante sobre os efeitos do glutamato monossódico (MSG, uma exitoxina) no hipotálamo e sua possível associação com a obesidade.

Como estamos nas vésperas do Natal e esta é uma época de excessos, achei válido trazer este tópico para discussão.

Bem, moçada, a mensagem é: se possível evitem o MSG, principalmente se vocês tiverem filhos pequenos ou estejam grávidas. Ah, você quer saber onde ele está? Basicamente nos alimentos industrializados, nos caldos de tablete, nos salgadinhos, nos molhos e temperos prontos, no ajinomoto e em todos os rótulos onde o nome aparece e você tiver a curiosidade de ler.

Segue o abstract e a referência:

Hermanussen M, Tresguerres JA.

Does high glutamate intake cause obesity?

J Pediatr Endocrinol Metab. 2003 Sep;16(7):965-8. language=JavaScript1.2>

 

World-wide obesity has risen to alarming levels. The average weight of German conscripts now increases by almost 400 g/year. Similar data were obtained in Austria, Norway and the UK. The rising prevalence of obesity coincides with a rising popularity of protein-rich diets. On average, Germans consume meat at 100 kg/year. Children eat some threefold more protein than recommended; infants of 6 to 12 months receive daily up to 5 g/kg body weight of protein. We hypothesise that it is not the protein, but the amino acid glutamate that determines the propensity of obesity. Chronic hyperglutamataemia may intoxicate arcuate nucleus (AN) neurons, thereby disrupting the hypothalamic signalling cascade of leptin action, causing hyperphagia, obesity and hyperleptinaemia. Hyperleptinaemia also exerts sympathetic effects including blood pressure elevation that are mediated via mechanisms different from the hypothalamic system, and other symptoms of the 'metabolic syndrome'. This may happen even before birth when in small-for-gestational-age foetuses with impaired umbilical plasma flow, foetal hyperglutamataemia induces AN damage followed by later impairment of feeding regulation, hyperleptinaemia and symptoms that characterise the 'thrifty phenotype'. We suggest abandoning the flavouring agent monosodium glutamate and reconsidering the recommended daily allowances of protein and amino acids, particularly during pregnancy.

Mais parabenos, menos festa!
O abstract que se segue faz referimento a um trabalho da Universidade de Franche Comté, Besançon, sobre a capacidade de penetração nos extratos cutâneos dos parabenos.
Para quem ainda não está habituado com o nome, basta dar uma checadinha nos produtos cosméticos e de higiene pessoal que vocês têm nas suas casas. Se achar nos ingredientes coisas como metilparabeno, butil, etil, etc...parabeno, então é disso mesmo que se trata. Eles são conservantes e dos mais difusos no mercado.
Então, boa leitura!

El Hussein S, Muret P, Berard M, Makki S, Humbert P. Assessment of principal parabens used in cosmetics after their passage through human epidermis-dermis layers (ex-vivo study).Exp Dermatol. 2007 Oct;16(10):830-6.

Concern is continuously raised about the safety of parabens which are present in most of the cosmetic preparations. In this investigation, methyl-, ethyl-, propyl- and butyl paraben (MP, EP, PP, BP), in a commercial cosmetic lotion, were deposited on human skin fragments, collected after surgical operations. Permeated parabens were determined after their passage through human epidermis-dermis layers, fixed on Franz diffusion cells. Bovine serum albumin (3%) was employed as receptor fluid. Then, parabens were assessed by liquid chromatography. The objective of this research was to determine the permeation of these molecules through human epidermis-dermis layers, and their possible passage to body tissues and/or accumulation in skin layers. Two groups of experiments were performed. In the first experimental group (G1), unique doses of the cosmetic were deposited on skin fragments fixed on Franz cells (n = 6), at time 0 h, followed with different withdrawn times of the receptor fluid at 12, 24 and 36 h. G1 results demonstrated that parabens penetration was influenced by their lipophilicity: more lipophilic the parabens were (BP > PP > EP > MP), less they crossed the skin layers (BP < PP < EP < MP). The second experimental group (G2) was constituted of three equal deposits on each Franz cell (n = 6) at different hour times 0, 12 and 24 h followed with three withdrawn times of the receptor fluid at 12, 24 and 36 h. The G2 results indicated that investigated parabens had significant increasing permeations in skin layers. This situation provokes the accumulation of these molecules which were considered by some authors as the cause of skin toxicities and carcinogenicity.
[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, de 36 a 45 anos, Italian, English, médica, mãe